Sítio em demo_lições constantes.
Escrito por Descompanhia Teatral
Venho através desse relato dizer sobre a dificuldade de se manter presente e de viajar pelo espaço e tempo.

Estou muito angustiado e cansado após movimentos e movimentos ininterruptos. Estamos em um momento mais brando na guerra, alguns se foram. Venho falar que nesse momento de desconstrução e construção de nossos corpos, após bombardeios e bombardeios de intensidades, estou mergulhando, estou mergulhando dentro de mim pra poder refletir sobre tudo que vivenciei, porém, esse mergulho não é igual aos outros, nele sou transportado para diversos lugares, diversas dimensões, tempos, espaços, realidades diferentes. Quando me refiro a dificuldade de estar presente é essa: preciso gerar energia, não posso abandonar o barco e meus descompanheiros, não posso abandonar a vida já que escolhi o caminho mais difícil porque a morte e o mais fácil.
É difícil ser infinito,onipresente, ser tudo e todos, estar em tudo e estar em todos

Encontrar quem já se foi e quem está, me encontrar em diversos tempos e vivenciar todas essas intensidades ininterruptamente.

E diante disso venho falar que tenho a potência de um deus e sou humano feito de carne osso e bosta mas também de ouro, vidro, terra, ar, fogo, água...

Leonardo Danilo
Quarta feira? 24?/03?/2010?
Compartilhe isso com seus amigos :

Postar um comentário

 
Support : Creating Website | Descompan(h)ia Teatral | Mas Template
Copyright © 2011. Descompan(h)ia Teatral - All Rights Reserved
Template Created by Webmaster Published by Descompan(h)ia Teatral
Proudly powered by Descompan(h)ia Teatral